Use sua rede Wi-Fi para vender mais!

O Brasil já é o oitavo país de mundo com maior número de redes Wi-Fi. É uma tecnologia que está na maioria dos lares e dos negócios, e a cada dia seu uso e importância crescem mais.

Você oferece Wi-Fi para seus clientes?

Tem algumas coisas importantes sobre essa tecnologia que você precisa saber para ter o melhor retorno possível!

 

A conexão Wi-Fi que você oferece é mais importante do que você imagina

Oferecer internet para seus clientes não é simplesmente uma comodidade. É um investimento que vai te ajudar a vendar mais. Para se ter uma ideia, 89% das pessoas indicam Wi-Fi como a forma de conexão preferida, no lugar de 3G e 4G. Também, 95% das pessoas acreditam que navegar via Wi-Fi será mais rápido do que pelas suas redes móveis

No último ano no Brasil, quem acessou a internet em dispositivos móveis navegou em redes Wi-Fi em 87% do tempo. Todos esses dados são frutos de um estudo do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação.

Isso demonstra o quanto redes públicas de internet estão avançando, e o quanto isso é importante para as pessoas. Wi-Fi ruim, frustra seus clientes. Enquanto uma conexão de boa qualidade os faz permanecer mais tempo no seu negócio e gastar mais.

Seu Wi-Fi pode ser a diferença entre conquistar e perder um cliente!

 

Wi-Fi tem capacidade máxima

Wi-Fi não é um recurso ilimitado. Muito pelo contrário.

Você terá dois pontos que precisará prestar atenção para oferecer internet de qualidade para seus clientes:

 – Equipamentos: Roteadores e antenas possuem abrangência de sinal e quantidade de conexões máximas. Isso significa que se você tiver um ambiente com 100 pessoas que querem se conectar, mas um equipamento que suporta 50, você terá problemas.

 – Sua banda: Conforme as pessoas forem se conectando na sua rede, elas começarão a “dividir” a banda que você oferece. O roteador irá tratar cada conexão de forma individual, fazendo uma “fila” para o uso do Wi-Fi. Isso significa que se alguém estiver baixando um arquivo muito grande, ele poderá consumir toda a banda, piorando a experiência dos demais visitantes.

Quando for investir em oferecer Wi-Fi aos seus clientes, tenha certeza que terá o equipamento adequado, um plano que atende à necessidade do seu negócio, e use ferramentas que apliquem regras para uso de banda.

 

A qualidade da internet brasileira é abaixo do nível Mundial – Isso influencia no seu Wi-Fi

A internet brasileira está entre as piores do mundo, segundo dados da pesquisa “State of the Internet”. Em média, os brasileiros navegam com apenas 3,6 Mbps. Bem longe da Coreia do Sul, que tem uma média de 23,1 Mbps (incluindo 4G).

Essa questão vai influenciar diretamente na qualidade da internet que você vai oferecer aos seus clientes.

Para contornar isso você tem algumas opções:

01 – Escolher bem o link de internet: existem empresas que oferecem links dedicados, e garantem 100% da banda que oferecem. Enquanto outros garantem apenas 10% de que você compra. Pesquise isso antes de contratar sua internet!

02 – Usar ferramentas de controle de rede: como tempo de conexão e limite de banda.

03 – Usar equipamentos mais robustos: mesmo mais caros, equipamentos profissionais terão melhor performance ao entregar Wi-Fi para seus clientes. Com isso você terá uma qualidade melhor no sinal e na distribuição de Internet.

 

Muitas e muitas variáveis influenciam no sinal.

Uma reclamação recorrente entre os usuários de Wi-Fi é que o sinal é ruim. Isso acontece pelo fato de ser muito fácil causar interferência no sinal. Existem diversos fatores, inclusive alguns que já mencionei acima, como a capacidade dos roteadores.

A maioria das pessoas não se preocupa com a qualidade do sinal e o posicionamento do roteador, por imaginar que não faz grande diferença. Mas pensar bem na qualidade de distribuição do sinal no seu negócio é fundamental.

Separei algumas dicas que podem melhorar consideravelmente a qualidade do sinal no seu estabelecimento:

– Mantenha o roteador em um local sem objetos por perto. Isso fará o sinal se espalhar melhor pelo ambiente;

– Quanto menos paredes, melhor. Identifique o local em que o sinal terá menos barreiras e o coloque ali, mesmo que precise “puxar um cabo” até lá;

– Equipamentos eletrônicos influenciam na qualidade do sinal. Geladeiras, microondas, etc. Procure colocar seu roteador longe dessas máquinas;

– Locais altos, tendem a ter menos barreiras ao sinal. Colocar a antena de Wi-Fi em pontos elevados no seu estabelecimento irá melhorar muito a qualidade do sinal. Se for no teto, então, melhor ainda.

 

Repetidores mais atrapalham do que ajudam!

É uma prática bastante comum colocar repetidores de sinal para melhorar a conexão de Wi-Fi. Na verdade, isso mais atrapalha do que ajuda!

Um repetidor cria, simplificando, uma nova rede no local. Isso faz com que os sinais (do roteador e do repetidor) causem interferência um no outro tornando a conexão extremamente instável.

O ideal em caso de necessidade de ampliar a área de cobertura do sinal Wi-Fi é, ou colocar uma nova antena, ou substituir o roteador por um mais potente.

Haverá custo um pouco maior, mas a qualidade do sinal Wi-Fi no seu estabelecimento será maior e a experiência do seu cliente mais satisfatória.

 

Você é responsável por crimes cometidos na sua rede

Segundo o Marco Civil da Internet você é responsável legalmente pela sua rede! Incluindo crimes virtuais, como pirataria, por exemplo. Por isso é muito importante manter o registro de todas as pessoas que acessam sua rede.

Com a lista de quem acessou, com data e mais algumas informações, você estará protegido perante a lei, e não terá problemas com a justiça caso alguma pessoa cometa um crime no seu Wi-Fi. Pois quem cometeu o crime será investigado e identificado pela Justiça!

É importante se proteger quando você disponibiliza Wi-Fi público para seus clientes! Se tiver mais dúvida sobre este assunto, temos um material com algumas dúvidas bem comuns aqui.

 

Você pode usar o Wi-Fi como uma ferramenta de marketing!

Sua rede Wi-Fi pode ser mais do que simplesmente uma comodidade para seus clientes. Você pode usar o desejo de se conectar do visitante para coletar informações valiosas e fazer campanhas de marketing direcionadas a eles!

Wi-Fi marketing é uma forma eficaz de conhecer, fidelizar e se comunicar com seu cliente.

Você poderá exibir anúncios no momento que seu cliente se conecta ao seu Wi-Fi. Oferecer login social (Check-in e Curtir), e criar um banco de dados para realizar ações de comunicação, dentre outras estratégias específicas para aplicar com seu Wi-Fi.

São várias as estratégias possíveis para transformar sua Rede Wi-Fi em uma ferramenta de marketing e vendas!

Wi-Fi marketing - Teste o WSpot