Por ser um dos principais dados no processo de cadastro de usuários em hotspots, o endereço de e-mail muitas vezes deixa o proprietário da rede sem fio com os cabelos em pé. E não é para menos. Quem nunca usou e-mails falsos para conseguir acesso tentando burlar o sistema?

Mas o pior fica mesmo com o outro lado, quando o banco de dados é usado para alimentar uma campanha de comunicação. A quantidade de mensagens que voltam ou são recusadas quase iguala o número de contatos.

E-mails são a primeira linha de comunicação com a maior parte dos consumidores modernos. É através deles – ou de serviços atrelados a eles – que são enviadas promoções, realizadas assinaturas, disparados convites para ocasiões especiais… Enfim, as possibilidades são diversas. É por esta razão que a qualidade da lista de contatos deve ser sempre muito alta.

A equipe de desenvolvimento do WSpot passou meses criando ferramentas e integrando serviços para diminuir drasticamente o número de emails inválidos na base de seus clientes. Hoje, é possível garantir uma integridade muito alta dos cadastros. Evitando, assim, que os bancos de dados sejam infestados por endereços falsos, descontinuados ou com erro de digitação.

Porque isto é importante?

Bem, a resposta é óbvia: porque listas com endereços de  e-mails reais e funcionais permitem desenvolver ações de relacionamento com os clientes.

Mas vamos um pouco além. De que forma esta inovação do WSpot impacta no dia a dia de nossos clientes?

Primeiramente, no índice de spam. O número de mensagens que caem em caixas de indesejados é muito pequeno quando temos uma base de dados confiável. Isto aumenta o ROI (Retorno Sobre o Investimento) de campanhas de e-mail marketing, já que mais pessoas recebem e abrem os conteúdos.

Em segundo lugar, uma lista confiável evita que sua conta de usuário em um serviço de email marketing seja banida. O MailChimp, por exemplo, adota protocolos de privacidade que simplesmente bloqueiam suas ações e exige que você use somente endereços de pessoas que acessem um link específico e se cadastrem voluntariamente.

Outro ponto importante é que a lista confiável previne que você seja qualificado como um disparador de Spam. Sim, existem restrições aplicáveis a quem envia muito conteúdo reportado como indevido ou para uma grande quantidade de endereços não verificados. Esta é a chamada lista negra dos serviços de e-mail (e aposto que você não quer fazer parte dela).

Como o WSpot faz isto?

O mercado digital sabe que 30% dos endereços de e-mail caducam em apenas um ano. Se mais 10% dos seus cadastros forem inválidos, menos de 44% das suas mensagens são entregues. Crítico, não é mesmo?

O nosso sistema se baseia justamente na formação de um banco de dados para promover segurança e estimular vendas de nossos clientes. Portanto, adotamos práticas de preservação da integridade destes cadastros.

Sempre que um novo usuário se cadastrar na rede sem fio de qualquer cliente do WSpot, seu email é armazenado em um catálogo de verificação. Na sequência, ele é confirmado por meio de sistemas integrados que validam ou desqualificam aquele dado. Finalmente, este cadastro é apresentado ao cliente de acordo com a sua qualificação naquele momento.

Futuramente, será possível realizar varreduras de validação de cadastros antigos, separando todos os dados que caducaram ao longo dos meses e confirmando a qualidade daqueles que permanecem ativos na internet.

Este é mais um motivo que faz o WSpot a ferramenta de gestão de hotspots que mais cresce no Brasil. Se você ainda não é cliente, esta é a hora de conhecer e experimentar nossos serviços gratuitamente. Acesse www.wspot.com.br

wspot agendar apresentacao