As facilidades do mundo tecnológico crescem a cada momento, mas ter todo o cuidado ainda é pouco. Ao oferecer Wi-Fi no seu estabelecimento sem os cuidados necessários, você pode estar em grande risco. Já parou para pensar nisso?

Afinal, dados sigilosos, sejam eles pessoais ou empresariais, podem trazer muitos perigos quando nas mãos de pessoas mal-intencionadas. Lembre-se que, especialmente na era digital, informação é poder!

Pensando em melhorar a proteção do seu estabelecimento, preparamos esse post com 3 dicas que podem te ajudar bastante! Confira:

Atualize seu roteador

Parece simples – e realmente é! A primeira dica importante e prática para ficar seguro é manter o seu dispositivo sempre atualizado.

Os fabricantes de roteadores estão constantemente corrigindo brechas de segurança que encontram em seus aparelhos. Portanto, a sua missão ao proteger Wi-Fi é mantê-los sempre atualizados com a versão mais recente de software disponibilizada pela empresa.

A maioria dos painéis de administração dos roteadores já contam com um botão de atualização. Mas se o seu ainda não possuir, basta baixar o arquivo do firmware mais recente no site da fabricante e instalar.

Proteja-se utilizando um hotspot Wi-Fi

Dependendo do serviço de hotspot, é possível ter recursos que proporcionam maior segurança ao estabelecimento. Um deles é a identificação dos clientes através de um cadastro feito no primeiro acesso. Além disso, esse processo pode até mesmo ser integrado às redes sociais.

Ao utilizar hotspots, é comumente oferecida a identificação e monitoramento de registros de acesso. Além disso, tem-se a opção do gerenciamento à distância, onde é possível monitorar as suas redes privadas em qualquer lugar. Ou seja, ter um sistema de gerenciamento de hotspot é fundamental para saber quem está acessando a sua rede.

Portanto, se a sua ideia é disponibilizar uma rede Wi-Fi aos seus clientes, um serviço de hotspot sem dúvida é a melhor – e única – opção para garantir a conformidade com a lei.

Lembre-se que o Marco Civil da Internet responsabiliza o dono da rede Wi-Fi por eventuais atividades irregulares e/ou crime virtual realizado na rede. Somente um sistema de hotspot, que salva os dados de conexão dos seus clientes no seu Wi-Fi, pode te proteger de um possível crime virtual realizado no seu estabelecimento.

Como um benefício extra, podemos pensar que, a partir das informações dos clientes oferecidas no cadastro e na sua navegação, pode-se conhecer melhor o público do local. Mesclando esses dados com os que você já tem, fazer ações de marketing direcionadas às pessoas que frequentam o seu estabelecimento fica muito mais fácil!

Ative o firewall do seu roteador

Um firewall pode ser definido de forma simplificada como uma barreira de proteção. É ele quem controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet . O seu objetivo é permitir somente a transmissão e a recepção de dados autorizados. É ainda por meio do firewall que o acesso a sites potencialmente maliciosos ou proibidos é bloqueado.

A maioria dos roteadores existentes hoje já trazem um firewall. Garanta seu funcionamento completo para bloquear tentativas de ataques, instalação de malwares e outras atividades suspeitas em portas não utilizadas.

Entendeu como você pode proteger o Wi-Fi a partir de atitudes simples? Se quiser oferecer essa comodidade tão essencial aos seus clientes de forma 100% segura, conheça o WSpot! Ele é um sistema de gerenciamento de hotspot e, ao mesmo tempo, uma ferramenta de Wi-Fi Marketing. Fale com um de nossos especialistas!

wspot agendar apresentacao