equipamento compatível hotspot

Wi-Fi sem senha, sistema de gerenciamento de hotspot, equipamento para hotspot Wi-Fi compatível… Todos esses termos, que podem parecer confusos à primeira vista, se conectam e são extremamente importantes para a segurança e o marketing do seu estabelecimento! 

Basicamente, isso acontece porque a comodidade da conexão Wi-Fi gratuita é algo que as pessoas já esperam ter disponível nos mais diversos tipos de estabelecimentos. Isso porque a internet atualmente é a maior fonte de comunicação, informações e entretenimento – e ninguém mais quer passar tempo desconectado.

Entretanto, realizar a gestão da rede Wi-Fi da melhor forma possível pode se revelar um desafio, especialmente pensando em questões de segurança, infraestrutura e dimensionamento corretos.

Você já sabe que, para disponibilizar internet de qualidade, é necessário montar uma estrutura robusta que suporte diversos usuários conectados. E, claro, é fundamental utilizar um sistema de hotspot para garantir a segurança da rede e também poder ir além com essa tecnologia, utilizando-a em sua estratégia de marketing. Ou seja, é possível que a preocupação com um equipamento para hotspot Wi-Fi já tenha passado pela sua cabeça…

Mas por que utilizar um hotspot Wi-Fi?

Um sistema de hotspot é o responsável por transformar a sua rede Wi-Fi em uma ferramenta de comunicação e marketing. Ou seja, muito mais do que oferecer uma conexão de qualidade com segurança, é a oportunidade de ir além. 

O funcionamento é bem simples:  o cliente, para utilizar o Wi-Fi, realiza um rápido cadastro, preenchendo campos que você vai definir. Em seguida, é possível exibir uma propaganda divulgando uma promoção, por exemplo. Os dados do cadastro, por sua vez, ficam salvos em um banco, podendo ser utilizados em campanhas de e-mail marketing ou envio de WhatsApp, por exemplo.

como funciona hotspot wi-fi

É um sistema de hotspot que vai garantir:

  • Segurança e gestão de rede;
  • Definição de limite de banda, bloqueio de dispositivos e mais personalizações;
  • Reforço da sua marca e comunicação;
  • Captação de dados para envio de e-mail marketing;
  • Exibição de banners e propagandas direto no dispositivo do cliente;
  • Compartilhamento no Facebook e maior engajamento em redes sociais;
  • E muito mais!

Se você se interessou por todos os diferenciais, continue lendo e descubra como você pode utilizar tal tecnologia no seu estabelecimento.

O necessário para oferecer Wi-Fi com hotpost

É mais simples do que parece! Você basicamente precisa de três coisas:

  • Link de internet apropriado, que suporte a quantidade e o comportamento dos usuários na sua rede;
  • Sistema de gerenciamento de hotspots, que é o responsável pela segurança e transformação da rede em uma ferramenta de comunicação, marketing e vendas;
  • Equipamento para hotspot Wi-Fi compatível, que fará a divulgação do seu sinal Wi-Fi com toda a estabilidade e eficiência necessária, sempre levando em conta o correto dimensionamento da rede.

Requisitos técnicos de equipamento para hotspot Wi-Fi

O equipamento para hotspot Wi-Fi compatível com uma solução de hotspot possui algumas especificidades importantes. Isso porque tratam-se de equipamentos profissionais e mais robustos, que garantirão a estabilidade e eficiência da sua rede. O roteador que costumamos ter em ambientes domésticos, portanto, não é compatível com uma solução de hotspot. 

Basicamente, são 3 os requisitos que um equipamento precisa ter para hospedar um hotspot:

  • Walled Garden;
  • Captive portal externo;
  • RADIUS.

Se esses nomes estão muito complexos de entender, não se preocupe! Abaixo, explicamos passo a passo o que cada um significa.

Walled Garden

A responsabilidade do walled garden é permitir acessos à sites ou endereços IP para dispositivos (notebooks, celulares, etc) que ainda não estejam autenticados. Essa funcionalidade é necessária para permitir que o usuário possa acessar o hotspot Wi-Fi ou ir até o Facebook caso opte pelo login social, por exemplo.

Na imagem abaixo, que representa o fluxo de conexão ao Wi-Fi via hotspot,  o item destacado em laranja é onde o walled garden realiza suas funções:

Funcionamento do Walled garden

Captive portal externo

O Captive portal é o responsável por direcionar todos os usuários que não estão autenticados para uma determinada página. Ele é essencial pois é quem permite a exibição da tela de cadastro e login no dispositivo do usuário. 

Sem o captive portal, o usuário da rede não pode se cadastrar ou logar, consequentemente impedindo a utilização da rede.

Na imagem abaixo, que representa o fluxo de conexão ao Wi-Fi via hotspot,  o item destacado em laranja é onde o captive portal realiza suas funções:

Funcionamento do captive portal

RADIUS

O RADIUS (Remote Authentication Dial In User Service) é um protocolo onde é possível realizar a autenticação, autorização e accounting (AAA).

Basicamente, a principal responsabilidade deste é aplicar os pré-requisitos de login e validá-los. De forma simplificada, funciona assim: após o preenchimento das informações no captive portal, algumas perguntas são feitas ao hotspot por meio do RADIUS. Entre elas:

  • “Esse usuário já logou antes?”;
  • “Tem configuração de regras de acesso para aplicar?”;
  • “O login é por código de acesso?” e etc.

É o RADIUS que vai “responder” essas perguntas, “perguntando” ao hotspot quais são as informações configuradas no sistema. Ou seja, é ele quem faz a verificação, a troca das informações e a validação.

Quando um usuário clica em conectar no hotspot, suas credenciais (que são as informações que foram informadas pelo usuário no Captive Portal. através do formulário de login/cadastro) são enviadas, através do equipamento, para os servidores RADIUS.

Esses servidores, então, analisam se as credenciais estão corretas, se o acesso é autorizado (se não está bloqueado, expirado e etc) e retornam um Access-Accept para o equipamento (roteador, access point). Recebendo o Access-Accept o equipamento libera o acesso ao usuário e faz o accounting, que nada mais é do que um registro de acesso, enviando os seguintes dados para o hotspot:

  • MAC-Address do usuário;
  • MAC-Address do ponto de acesso em que ele se conectou;
  • Usuário;
  • IP recebido;
  • Dados trafegados (download/upload);
  • Início e fim de conexão.

Ou seja, o RADIUS é o responsável pela etapa de salvar os dados necessários para a conformidade com a lei do Marco Civil da internet.

Na imagem abaixo, que representa o fluxo de conexão ao Wi-Fi via hotspot,  o item destacado em laranja é onde o RADIUS realiza suas funções:

Funcionamento do RADIUS

Como o WSpot pode ajudar?

Pronto! Agora você já sabe o quão importante é ter um equipamento para hotspot Wi-Fi profissional que siga essas características. Afinal, só ele é capaz de garantir maior segurança, estabilidade e a real transformação do seu Wi-Fi em uma ferramenta de marketing e inteligência.

Se se interessou, o WSpot é um sistema de gerenciamento de hotspots completo e profissional que possui diversas funcionalidades relacionadas a Wi-Fi Marketing e Gestão de rede. Você pode verificar ainda se o seu equipamento é compatível com a solução ou mesmo adquirir um roteador já homologado e pronto para uso (Mikrotik RB951).

Agende agora mesmo um bate papo com um de nossos especialistas e não deixe de descobrir mais sobre como oferecer uma conexão Wi-Fi de qualidade ao mesmo tempo em que cria uma ferramenta estratégica de marketing.

transforme wi-fi em hotspot e venda mais